{Entrevista} Larissa Lopes

O post de hoje é a primeira entrevista do blog! Eu conversei com a Larissa Lopes para ela me contar tudo sobre o seu cabelo azul!


Conheci, virtualmente, a Larissa no post sobre cabelos cacheados, quando ela foi marcada em uma das publicações lá na fanpage do blog. Quando fui xeretar para descobrir quem era (sim, eu sempre faço isso), vi aquela cabeleira azul e enrolada só pensei em: Uau! E, claro, que queria entrevistar a Larissa.

A Larissa tem 21 anos e cursa Técnico em Meio Ambiente (achei isso super legal também), ela pintou o cabelo de azul pela primeira vez no final do ano passado, mas disse que desde os 15 anos a vontade já chamava alto. 




Certo dia, estava em uma loja de cosméticos e comprei uma tinta vermelha (aquelas tipo "ruivo natural) e passei, foi aí que começou tudo. Depois disso eu comecei usar vários vermelhos diferentes tentando chegar a um tom bem vermelho sangue. Eu sempre dizia que depois que enjoasse do vermelho ia pintar de azul, só que o vermelho é muito difícil de sair, e para o cabelo ficar azul, ele tem que estar quase BRANCO. Então, resolvi definitivamente não passar o vermelho e sim passar azul, mas meu cabelo estava amarelo e amarelo com azul fica verde. Foi então que eu marquei de novo com a cabeleireira e pedi para fazer ombré hair e umas mechas, assim não foi preciso descolorir o cabelo todo de novo. Comprei a tinta azul e ela passou.




Qual tinta você usa? Você tem uma preferida?
Não, até hoje eu só usei uma, como gostei muito da cor, sempre uso a mesma. É a Ice Green da Alta Moda. Engraçado que o nome é "verde" mas a tinta é azul! Sempre uso a tinta fantasia, que custa de 15 a 20 reais, mas tem um outro detalhe também: eu já fiz uma mecha rosa no meu cabelo (que não gostei e transformei em roxo passando o azul por cima) usando anilina, nem precisei gastar com tinta.

Como você faz para descolorir?
Uso pó descolorante com água oxigenada volume 30, nunca 40 porque danifica muito o cabelo.


A Larissa lembra que antes de fazer tudo o que eu fez com o cabelo, ela pesquisou muito para saber quais problemas poderia ter com meu cabelo, com a definição dos cachos, principalmente em relação a descoloração; além de para aprender como fazer, como pintar, com que tinta pintar etc.


Toda essa química deve danificar os cachos, você faz alguma coisa para hidratar o cabelo?
Quando eu pintava de vermelho até a primeira vez que descolori meu cabelo não mudou,  o problema foi a segunda descoloração. Mesmo não fazendo no cabelo todo, só algumas mechas. No primeiro dia meu cabelo não formava cacho, só armava, nem curti muito a cor porque eu entrei em um tratamento intensivo de hidratação e, principalmente, nutrição e reconstrução. Pesquisei muito na internet, aí eu comprei produtos (baratos, não uso produto caro não) de reposição de massa, queratina líquida, óleo de coco etc. O repositor de massa foi ótimo, mas a minha salvação foi o azeite de oliva extra virgem (o de cozinha, mas tem que ser extra virgem!).


Eu passei primeiro o azeite de oliva nas pontas junto com a queratina líquida, deixei uma noite inteira e o outro dia inteiro, as pontas ficaram ótimas. Dois dias depois eu fiz no cabelo inteiro. Primeiro, eu passei  o óleo de coco mecha por mecha, esperei um pouco e borrifei queratina líquida, esperei mais um pouquinho e encharquei de azeite. De novo, deixei a noite inteira e o outro dia inteiro. Quando lavei, meus cachos estava super definidos, lindos, lindos, lindos! Normalmente, só pode deixar a queratina por uns 10 minutos, porque em excesso também faz mal pro cabelo, ele pode ficar duro, pesado. Mas meu cabelo estava precisando muito, por isso, deixei um dia inteiro.

E agora você faz algo para manter? Ou sempre tem que fazer este procedimento que me contou?
Não, esse procedimento eu fiz só no começo, depois eu só passava azeite puro ou usava mascaras de hidratação e nutrição e, uma vez ou outra, de reconstrução, seguia um cronograma mesmo. Depois de um mês, senti meu cabelo recuperado, de forma que eu não precisasse mais me preocupar com ele, estava praticamente "normal" de novo. Hoje eu não passo nada, não sigo mais um cronograma. Só quando sinto meu cabelo seco ou sem definição, porque eu acredito que o cabelo precisa respirar às vezes, ficar enchendo ele de produto para mim não é bom.

O que seus pais acham do seu cabelo?
Minha mãe é medrosa, tanto que ela sempre diz para eu não fazer, mas como ela sabe que eu vou fazer, acaba me apoiando e depois fica babando, tipo, bem coruja mesmo, eu até vou fazer uma mecha no cabelo dela essa semana hahahaha. Meu pai também me apoia muito, ele adora, ele sempre diz "nossa filha, ficou muito louco, olha que legal". É sempre minha mãe que me ajuda a pintar o cabelo, mas essa semana, eu pintei pela primeira vez sozinha. Meu pai tanto me apoia que, quando estava passando o descolorante, ele queria me ajudar a passar onde eu não enxergava.

E as pessoas na rua? Imagino que todo mundo fica olhando...
Opa, sempre tem alguém olhando, cutando a amiga e falando "olha o cabelo daquela menina" hahahaha. Com as crianças eu sou um sucesso, não tem uma quem não goste, aliás até hoje não teve ninguém que me disse que estava feio ou que não gostou. As pessoas sempre me param para fazer perguntas sobre o meu cabelo e a cor.. o que mais ouço é "isso sai?", "é spray", "existe tinta dessa cor?", além das pessoas que param para elogiar. Uma vez eu estava no shopping e quando entrei no banheiro uma menina muito assustada me disse "Nossa tia, olha, o seu cabelo está azul" hahahaa. Eu ri muito, aí eu comecei explicar para ela que eu tinha pintado, que eu gostava, e ela ficou louca, acho que nunca tinha visto nada igual.


Agora, se alguém quisesse deixar o cabelo colorido qual conselho/recado você daria? O que é preciso saber antes de pintar?
Isso é algo que eu sempre estou falando para alguém, porque todos os dias muitas meninas me adicionam e me perguntam, tiram suas dúvidas, a maioria delas tem vontade mas não tem coragem. Eu sempre incentivo a fazer. [...] O importante é você se assumir da maneira que te agrade e te faça feliz seja com cabelo liso, cacheado e colorido. O importante é quebrar as regras e não se prender a elas, não existe o certo e o errado, existe VOCÊ e o que você acredita e o que te faz bem.


Depois que eu pintei meu cabelo, eu conheci muito mais de mim mesma. Quem tem essa vontade tem que tomar certos cuidados, porque cabelo é algo muito sensível, o primeiro de tudo é conhecer o seu cabelo, só assim você vai saber até onde ele aguenta. Depois pesquisar muito e não sair confiando cegamente no que as pessoas dizem, procurar profissionais de qualidade para te ajudarem e, por fim, tomar a coragem e fazer. E, mesmo assim, se não der certo, eu sei que é meio estranho eu dizer isso mas, cabelo cresce, antes tentar do que ficar a vida inteira com aquela dúvida e aquela vontade.


No final de nossa entrevista, pensei em fazer umas perguntas mais pessoais para a Larissa, saber sobre ela. Afinal, para assumir cabelos azuis é preciso ter um personalidade bem resolvida, e também para quebrar esteriótipos. Olha só como foram interessantes as respostas dela.

Você tem um estilo musical preferido (vi que você canta!)?
Sim, eu gosto de músicas internacionais e músicas dos filmes da Disney. Sou apaixonada por Frozen, como se fosse criança mesmo, até viciei meu primo de 4 anos no filme, na música, nas princesas, no boneco de neve hahahaha.

Pense em três da sua personalidade que sejam bem marcantes e me conte!
Eu sou uma pessoa autêntica, sou eu mesma sem me importar com o que vão pensar, sem vergonha, sem medo de me mostrar até porque eu sou bem transparente, é muito fácil ver o que eu to sentindo, não consigo esconder sentimentos. Sou muito sensível, pareço criança e sou chorona de tudo. Por fim sou muito divertida, palhaça mesmo, é só eu conhecer bem as pessoas que eu vivo fazendo gracinha e brincadeiras. Meu cabelo me tornou uma pessoa muito mais autoconfiante do que eu era antes.


Muito obrigada pela sua participação (e disposição) Larissa! Foram muitas dicas que com certeza irão ajudar a muitos e sanar a curiosidade de outros tantos (tipo a minha, rs).

Se você ainda tem alguma dúvida, deixe-a nos comentários que eu peço para a Larissa responder, além disso, ela disse que pode adicioná-la no Facebook que ela responde todo mundo. E aproveita e já deixa um comentário também dizendo se gostou deste tipo de post! 
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger