{52x5} Semana 15: O que há de pior no mundo virtual?

O que há de pior no mundo virtual? Certamente é a falta de noção da galera, mas isso não é privilégio da internet, né não.
 
 
O Projeto 52x5 desta semana é para responder o que há de pior no mundo virtual. Se você ainda não sabe que história é essa, vou explicar: este projeto reúne 52 perguntas que devem receber 5 respostas que deverão ser publicadas uma vez por semana. Simples assim. Essa ideia rola entre as pessoas que têm blogs, eu achei interessante e embarquei também.
 
Desde que comecei, já se passaram 15 semanas, você pode conhecer os outros posts aqui, e eu tenho gostado da brincadeira. Tem funcionado como um programa de autoconhecimento. Ah, claro, eu sempre convido você, caro amigo leitor, para que responda também, pode ser nos comentários (para deixar a tia aqui feliz) ou só na sua cabecinha mesmo. Vai ser legal, eu prometo.
 
 
Semana 15: O que há de pior no mundo virtual?
 
1) Os comentários: chove comentários desnecessários em todos os lugares. As grosserias travestidas de "essa é a minha opinião" são o que há de pior, usemos o bom senso, por favor.
 
2) Os posts de crianças doentes: aqueles posts que mostram fotos de crianças doentes nos hospitais pedindo ajuda. Eu acho interessante usar a internet para criar campanhas, mas não precisa colocar a foto da criaturinha cheias de tubos, né. Se fosse você, com certeza, não gostaria que uma foto dessa rodasse as redes sociais. Idem para foto de animais maltratados para criar campanhas de conscientização.
 
3) As correntes: "se fosse pornografia, você compartilharia", "diga amém", "se você ama a Deus, compartilhe", "Deus disse: se me negares na terra, te negarei no céu" etc. Só tenho uma coisa a dizer: parem.
 
4) O compartilhamento desenfreado: a criatura lê o título, acha que já entendeu tudo e sai compartilhando/indignando. Idem para aqueles sites que fazem matérias sem fundamentos, sem verificar se a notícia é verdadeira.
 
5) O surto dos amantes da política: ok, as redes sociais são uma ferramenta incrível para levar a notícia a todos (quase todos, na verdade). Mas fala sério, ficar disseminando ódio travestido de opinião política, não dá. Usar palavrões para ofender a presidente também não dá. Se você, de fato, não concorda com o que está acontecendo, vai estudar, se informar, participar de audiências na Câmara da sua cidade, se engajar em algum movimento (sério e responsável), vai economizar água, parar de comprar CD pirata e baixar música na internet etc. etc. etc. Aí, depois, só depois, de fazer pelo menos uma dessas coisas, você pode postar algo com dignidade.
 
 
Na pior das hipóteses, faça vasos.
 
 
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger