Tristeza, por favor, não vá embora.



Eu tenho a impressão de que vivemos em uma época em que todo mundo é obrigado a ser feliz. Isso mesmo, felicidade tornou-se uma obrigação como andar com cinto de segurança ou escovar os dentes antes de dormir. Se você não está feliz, algo de muito terrível está acontecendo com você e, você, precisa mudar isso imediatamente.

Acalme-se, esse não é um texto de apologia à tristeza, tampouco melancólico como os poetas byronianos. Ele é só a expressão de um pensamento.

Todos nós, humanos, fabricados assim desse jeito, temos uma série de sentimentos que se abrigam em nosso ser. Eles estão lá quietinhos, mas vivem em nós. Um deles é a alegria. Outro, a tristeza. Ora um aparece, ora outro. É naturalmente natural.

Não sei se esse é um fato recente de verdade, mas percebo que as pessoas perderam o direito de ficar triste com algo ruim que lhes aconteceu. Por exemplo, se eu perdi um dinheiro na rua, natural que eu fique triste (e que o outro que encontrou o dinheiro fique alegre). Mas tenho a impressão de que esse direito me foi cortado. Cortado às custas de que necessito postar uma foto feliz, com pessoas felizes, em um lugar feliz, fazendo coisas felizes e, de preferência, comendo algo bem feliz também.

Peraí, cara pálida! Quem foi que disse que, por um determinado momento, eu não posso me sentir triste porque me aconteceu algo triste?! Me parece tão óbvio. Mas todos vêem a tristeza como algo ruim e não como algo necessário. Claro que não dá para pegar na mão dela e trazer para morar debaixo do mesmo teto, mas viver um momento de luto diante de algo que lhe incomoda é natural e saudável. É nesse período (que não deve ser prolongado mais do que ele mereça) que refletimos, digerimos tudo o que aconteceu, percebendo erros e acertos. Aquilo que fica e aquilo que sai.

Querer sentir a dor não é uma loucura, fugir da dor é fugir da própria cura.

Se você estiver se sentindo triste hoje, não se sinta culpado por isso. Sinta-se normal. E sinta a sua tristeza, pode desfrutá-la como você se desfrutaria de uma porção de batata frita. Perceba a riqueza que é encontrar-se nesse momento de reflexão. Só não se prenda a isso como a única alternativa para a sua vida. Lembre-se, ora um ora outro.

Tristeza, por favor vá embora. A minha alma que chora, está vendo o meu fim.Fez do meu coração a sua moradia, já é demais o meu penar.
Quero voltar aquela vida de alegria, quero de novo cantar
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger