Desafio criativo: 30 dias 30 narrativas #13

Dia #13 


Preciso escrever uma história, mas a cabeça não está funcionando. Estou com sono e a única vontade é deixar isso para lá. Eu já sabia que isso iria acontecer, por isso mesmo, deixei registrada publicamente a minha intenção de escrever trinta textos em trinta dias corridos, assim a obrigação não me deixaria desistir. Já procrastinei, já tentei me inspirar, mas não resolveu. Então, eu decidi contar uma história, essa aqui que está acontecendo agora: eu, o computador, o sono, a procrastinação e a lembrança de que amanhã acordo cedo.

Durante minha procrastinação, eu cortei pequenos círculos vermelhos que virarão pepperonis na festinha de aniversário dos sobrinhos, eu assisti a vídeos do Youtube e, claro, vaguei pelo Facebook (preciso perder menos tempo com isso). Aliás, descobri um canal, o Eu Maior. Me pareceu interessantíssimo, tem até o Rubem Alves.

Com a meia noite, chegou o sono, a dor nas costas e na poupança, muito tempo sentada, mesmo que na cama, começa a incomodar. De tempos em tempos, inclusive agora, me lembro que amanhã vou ao médico e, por isso, tenho que acordar cedo. Pelo menos esta procrastinação, a da consulta no otorrino, eu venci. Aliás, diz otorrinolaringologista três vezes rapidinho: otorrinolaringologistaotorrinolaringologistaotorrinolaringologista! 

Me desculpe por este texto, caro leitor. As dores nas costas já não permitiam esperar por uma inspiração cósmica. Já estou ficando com fome e isso, a essa hora, é um problema, porque a fome e a preguiça entram em forte discussão. Como a preguiça sempre vence e eu detesto ficar com fome, preciso ir dormir logo, assim só sinto a fome amanhã, entende?
***


ps.: Para entender o porquê deste desafio criativo, clica aqui. Agora, se você não quer entender nada e, sim, ler os textos, clique aqui
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger